Venda das ações do governo na Petrobras daria R$ 231 por mês a pobres


O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem defendido a venda de ações da Petrobras como forma de ajudar os brasileiros mais pobres. A ideia do economista do governo é vender as ações da estatal, que estão em alta, e distribuir os ganhos para a população mais vulnerável.

“Quando o preço do combustível sobe, os mais frágeis estão com dificuldades. E que tal se eu vender um pouco das ações da Petrobras e der para eles esses recursos?”, disse o ministro em entrevista coletiva em Washington na noite de quarta-feira, acrescentando que não faz sentido o país ficar mais rico e os brasileiros, mais pobres.

Atualmente, a estatal tem um valor de mercado de R$ 391,5 bilhões e possui um volume de mais de 13 bilhões de ações emitidas. Segundo a composição acionária, o Governo Federal tem nas mãos 36,75% dos papéis da Petrobras, o que equivale a 4,79 bilhões de ações.

Tendo como base o valor do fechamento do pregão no dia 14 de outubro, se vendesse todas as ações que detém na empresa o ministro Paulo Guedes conseguiria arrecadar um montante de R$ 144,23 bilhões. Este valor derivaria da venda de papéis PRT3 (ações ordinárias) e PTR4 (ações preferenciais).

Veja abaixo:

PTR3

  • Número de ações: 3.758.171.203
  • Valor da ação: R$ 30,20
  • Valor total: R$ 113.496.770.330,60

PTR4

  • Número de ações: 1.035.458.754
  • Valor da ação: R$ 29,68
  • Valor total: R$ 30.732.415.818,72

Valor total, somando as duas ações: R$ 144.229.186.149,32

Com R$ 144 bilhões em caixa, seria possível ajudar financeiramente 13,5 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza por 12 meses com um auxílio mensal de R$ 890,30. Ou então, 52 milhões de pessoas em situação de pobreza com R$ 231,13 por mês.

Os números da população na pobreza e extrema pobreza são de 2019, quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou a Síntese de Indicadores Sociais. Eles não foram atualizados desde então e não incluem pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social após a pandemia da covid-19. Uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ibre) mostrou o aumento da extrema pobreza em 18 estados entre novembro de 2019 e janeiro de 2021.

Para fins estatísticos, o Banco Mundial considera pessoa em situação de pobreza extrema aquela que vive com menos de US$ 1,90 por dia (aproximadamente R$ 10). Já a linha da pobreza é definida por quem vive com menos de US$ 5,50 (R$ 30,30) por dia.

Guedes disse ser favorável à privatização de todas as estatais, mas que, no caso da Petrobras, uma alternativa pode ser levar a empresa ao Novo Mercado, segmento com níveis mais exigentes de governança em que as empresas só podem emitir ações ordinárias (com direito a voto). O governo poderia manter o controle da estatal por meio de uma golden share, mas a mudança geraria um valor adicional de 100 bilhões a 150 bilhões de reais para a empresa, disse.

A expectativa do ministro da Economia é que uma possível privatização da Petrobras aumente ainda mais o valor das ações PETR3 e PETR4, garantindo mais caixa ao governo.

Em Washington, quando falou sobre a venda de ações da Petrobras, Guedes defendeu que o dinheiro seja usado para transferir riquezas para os mais pobres e para a criação de um fundo de combate à pobreza a partir dos lucros de ações de estatais. Em setembro, a estatal também anunciou R$ 300 milhões voltados a um subsídio para gás de cozinha.





LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart