Unboxing Starlink: A internet da SpaceX chegou a Portugal


Depois da SpaceX ter lançado o primeiro conjunto de 60 satélites a 23 de maio de 2019, o projeto Starlink começou a desenhar uma rede global de internet. Elon Musk prometeu internet em praticamente todo o planeta quando os 12.000 satélites Starlink estiverem a operar na órbita baixa da Terra. Até à data foram já lançados cerca de 1700 satélites o que permite a mais países receberem o serviço. Portugal já está contemplado.

Hoje recebemos o kit da SpaceX e já o temos a funcionar. Este é um unboxing Pplware ao projeto mais ambicioso para levar internet aos 4 cantos do planeta.

Imagem antena Starlink da SpaceX. Internet por satélite já em Portugal

 

Em fevereiro deste ano, a SpaceX abriu para Portugal a pré-encomenda do kit Starlink. Depois de algum tempo à espera, e de prazos nem sempre cumpridos, o kit lá chegou. Foi esticar cabo, colocar no telhado para ter espaço amplo e seguir os passos. Internet já há!

 

O kit Starlink é simples traz o indispensável

Conforme demos a conhecer, a SpaceX, em outubro de 2020, iniciou um programa beta público para a Starlink, com serviço ao preço de 99 euros por mês. Além disso, existe um custo inicial de 499 euros para solicitar o kit Starlink, que inclui uma antena parabólica, um router WiFi, fonte de alimentação e cabos.

A curiosidade era, obviamente, grande para perceber como funcionaria esta "nova internet".

Basicamente é esticar cabo, colocar a parabólica num ponto o mais expostos ao céu aberto possível, descarregar a app Starlink e seguir os passos.

Unboxing Starlink: A internet da SpaceX chegou a Portugal

A aplicação começa por nos orientar o local onde deve ser colocado o prato. Quando mais aberto for o espaço, melhor receção.

Aliás, a app solicita que façamos o teste após termos dado o nome à nossa rede Wi-Fi Starlink.

 

Starlink em Portugal: 150 Mbps não é nada mau!

Com a área desimpedida, os resultados do teste irão mostrar que não existem obstáculos para a captação do sinal de satélite. Caso algum obstáculo seja detetado, o sistema a correr na app irá informar que de x em x tempo haverá uma quebra no sinal. Portanto, quando mais exposta estiver a antena ao céu aberto, mais qualidade terá.

No nosso caso, na varanda do escritório não resultou, tivemos mesmo de ir para o telhado e afastar para zona completamente desimpedida.

Agora que já há sinal Wi-Fi, a ideia é ver a qualidade da internet que nos chega aos diapositivos. A aplicação tem uma ferramenta de teste de velocidade. Estes foram os valores conseguidos:

Os dados obtidos na app Starlink mostraram que a antena conseguiu uma velocidade de download de 51 Mbps e de upload de 13 Mbps. Contudo, e para termos um termo de comparação com outros testes usando a mesma ferramenta, fizemos novos teste com a app Speedtest:

Portanto, "ao olhos" desta app, conseguimos uma velocidade de download de 143 Mbps e de upload de 13,9 Mbps. O ping foi de 85 ms. Perante estes dados, não é excecional, é verdade, mas para o mais trivial, e até usar para entretenimento, não está nada mal.

Agora é usar e abusar, afinal o preço assim o exige. Fazer uns testes mais "radicais" e puxar pela capacidade da tecnologia criada pela SpaceX.





LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart