Tesla acusa a Rivian de roubar tecnologia confidencial para novas baterias


Recentemente, a Rivian anunciou que pretende começar a fabricar baterias. Contudo, a Tesla intensificou um processo que havia dirigido à empresa por roubo de informações confidenciais, acusando-a de ter tido acesso a segredos relacionados com a sua bateria.

Segundo a Tesla, apesar do processo contra a Rivian, esta continuou a invadir a sua propriedade intelectual.

Bateria Tesla

 

Conforme aconteceu com outras fabricantes, a Rivian quer garantir que tem mais controlo sobre o desenvolvimento dos seus produtos. Sendo as baterias um componente essencial da sua atividade, e tendo impacto direto no preço dos veículos elétricos, a empresa anunciou que pretende começar a desenvolvê-las.

Contudo, pelo caminho, a Tesla intensificou um processo contra a Rivian por ter roubado informação confidencial acerca do desenvolvimento das suas baterias. Aliás, já no ano passado a fabricante de Elon Musk acusou vários antigos funcionários de roubar informações sigilosas para a Rivian, enquanto empregados desta, embora ainda estivessem sob o acordo de confidencialidade da Tesla.

De entre outros, a Tesla acusou Carrington Bradley por recorrer ao seu conhecimento sobre a fabricante para colocar a Rivian em contacto com funcionários envolvidos no desenvolvimento dos Superchargers.

Rivian

Agora, a Tesla diz que, apesar do processo contra a Rivian, esta continuou a invadir a sua propriedade intelectual, mencionando vários funcionários que foram apanhados a roubar informações sobre tecnologia das suas baterias de próxima geração.

Agora, aparentemente sob pressão de investidores, após quase uma dúzia de anos sem produzir um único veículo, a Rivian intensificou os seus esforços ilegais.

Disse a Tesla, de acordo com a Bloomberg.

Apesar de a Rivian não ter feito quaisquer declarações sobre o assunto, tentou que a fabricante de Elon Musk não acrescentasse novas alegações ao caso, argumentando que essas não são fundamentadas. Além disso, a Rivian observou que, desde a ação judicial inicial, que aconteceu em julho de 2020, a Tesla não especificou que informações confidenciais é que foram roubadas.





LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart