Primeiro rim artificial do mundo poderá libertar doentes da diálise


Quando os rins param de funcionar corretamente, o então doente vê-se, muitas vezes, preso à diálise – uma forma artificial para remover os resíduos e excesso de líquidos no corpo. Mais uma vez, a tecnologia alia-se à medicina e juntas poderão conseguir que os pacientes tenham outras opções.

Um grupo de cientistas desenvolveu o primeiro rim artificial do mundo e a solução para as pessoas com insuficiência renal pode estar à vista.


De acordo com o kidney.org, a doença renal causa mais mortes do que o cancro da mama ou da próstata, e afeta milhões de pessoas pelo mundo fora. Embora os transplantes renais sejam possíveis, a resposta nunca alcança a procura e existe ainda a possibilidade de o corpo do paciente rejeitar o órgão doado.

Nesse sentido, a opção mais viável é a diálise. Contudo, este é um processo complicado, que implica uma significativa alteração no estilo de vida do paciente, uma vez que a sua vida depende, em grande parte, do processo.

Agora, em mais uma parceria entre a tecnologia e a medicina, o Department of Health and Human Services dos EUA e a American Society of Nephrology – fundada para “acelerar a inovação na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças renais” - podem ter encontrado a solução, de acordo com um comunicado de imprensa.

O chamado Kidney Project é um novo rim bioartificial implantável, concebido para apoiar, de forma sustentável, uma cultura de células renais humanas sem causar uma resposta imunitária. Este projeto acabou de ganhar 650.000 dólares da KidneyX, pela demonstração de um protótipo funcional.

Ou seja, os doentes com insuficiência renal podem renunciar ao processo da diálise, muitas vezes desconfortável, e aos medicamentos imunossupressores, tomados aquando da realização de um transplante renal.

A visão para o rim artificial é proporcionar aos pacientes uma mobilidade completa e melhores resultados fisiológicos do que a diálise […] Promete uma qualidade de vida muito mais elevada para milhões de pessoas em todo o mundo com insuficiência renal.

Disse Shuvo Roy, que é membro da faculdade do Department of Bioengineering and Therapeutic Sciences.

O KidneyX Artificial Kidney Prize convidou cientistas e engenheiros a submeterem propostas de terapias de substituição renal, que representassem opções viáveis de tratamento.

 





LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart