Mais uma marca 100% elétrica! Renault abandona combustão em 2030


A aposta nos carros elétricos tem tomado de assalto a indústria automóvel. Cada vez mais marcas apresentam as suas propostas 100% elétricas e estas tendem a substituir os normais motores de combustão.

Claro que a tendência é que estas propostas se tornem o padrão e que as demais desapareçam. Agora há mais uma marca que veio confirmar este passo. A Renault afirmou que em 2030 deixará de vender carros com motores de combustão e será uma marca 100% elétrica.

Renault carros elétricos Dacia

 

Outra marca com planos para ser 100% elétrica

Foi num encontro de jornalistas que o CEO da Renault revelou um dos passos mais importantes para o futuro da marca. Luca De Meo revelou os planos da marca e apontou para os próximos 8 anos a evolução que eliminará das suas propostas os motores de combustão.

Este será certamente um momento importante e que reforçará totalmente as propostas da marca. Esta tem já uma presença importante no campo dos carros elétricos, tendo até uma das propostas mais importantes deste segmento, tanto na Europa como no nosso país.

Renault carros elétricos Dacia

Renault aposta na Dacia como o seu plano B

Curiosamente, e de acordo com as palavras de Luca De Meo, esta não será uma adoção global. "Na Europa, a Renault será uma marca 100% elétrica em 2030", o que revela que em alguns mercados, muito específicos a marca manterá a sua proposta atual.

Para manter estas propostas, o plano B da Renault, a escolha recaiu sobre a Dacia. Apesar de ter já alguns carros elétricos, deverá manter os motores de combustão por mais alguns anos. Esta ideia vai conseguir manter a marca com preços mais baixos, uma filosofia que tem de base.

Renault carros elétricos Dacia

Reforço da oferta de carros elétricos

Os planos da União Europeia apontam para 2035 o limite para a venda de carros com motores de combustão interna. Com esta novidade a Renault antecipa as suas obrigações e dá tempo para que a Dacia consiga adaptar-se e assim respeitar também as suas obrigações como fabricante.

Esta novidade é importante para uma marca como a Renault e para as suas propostas. Ao aderir a 100% aos carros elétricos mantém a sua posição de liderança nesta área e consegue massificar estas propostas, abrindo caminho para tornar mais baratos estes carros, uma vantagem posterior para a Dacia.





LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart