Esloveno Tadej Pogacar vence pela segunda vez consecutiva o Tour de France – 18/07/2021

[ad_1]

O esloveno Tadej Pogacar, da equipe UAE, venceu pela segunda vez consecutiva o Tour de France, neste domingo (18), na avenida Champs Elysées, em Paris. O belga Wout van Aert, da equipe Jumbo foi o vencedor da 21ª etapa.

O esloveno Tadej Pogacar, da equipe UAE, venceu pela segunda vez consecutiva o Tour de France, neste domingo (18), na avenida Champs Elysées, em Paris. O belga Wout van Aert, da equipe Jumbo foi o vencedor da 21ª etapa.

Com a vitória de Pogacar, a Eslovênia alcançou dois países importantes do ciclismo, Holanda e Suíça, em número de vitórias finais no Tour de France.  

Aert, de 26 anos, se impôs no sprint final, superando o britânico Mark Cavendish, que ficou em terceiro e não pôde ganhar pela 35ª vez no Tour e bater seu record de vitórias em etapas, igualado apenas pelo belga Eddy Merckx.

Performance excepcional

Com uma performance excepcional, van Aert conseguiu sua terceira vitória desde o início da prova, sua segunda em dois dias. Ele ganhou uma etapa de montanha (Mont Ventoux), contra o relógio (Saint-Emilion) e um sprint massivo (Paris Champs Elysées).

Na classificação geral, Pogacar bateu o dinamarquês Jonas Vingegaard e o equatoriano Richard Carapaz, presentes pela primeira vez no pódio de Paris. A diferença entre os dois primeiros ciclistas, superior a cinco minutos, é a maior desde 2014 e o sucesso do Italiano Vincenzo Nibali.

Pogacar, que obteve a segunda vitória eslovena em 108 edições, acumula como no ano passado, três camisas: amarela (da classificação geral), o de círculos (de líder de montanha) e a branca (jovem).

Proeza latino-americana

O equatoriano Richard Carapaz, se transformou no 20º ciclista da história a somar ao menos um pódio nas três grandes competições por etapas (Tour, Giro e Vuelta). Ele acabou a prova a 7 minutos e 3 segundos de Pogacar e já tinha feito história ao ganhar o Giro da Itália em 2019, o primeiro para seu país, e ficar me segundo na Vuelta a Espanha em 2020, atrás do campeão esloveno.

Na seleta lista de ciclistas que subiram ao pódio nas três grandes competições, aparecem boa parte dos corredores que marcaram a história do esporte. O único ciclista latino-americano que tinha conseguido a proeza era o colombiano Nairo Quintana.

(Com informações da AFP)



[ad_2]

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Redefinir Senha
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart