Corinthians tem um favorito para assumir cobranças de escanteio do time

Corinthians tem um favorito para assumir cobranças de escanteio do time

[ad_1]

O Corinthians foi a sexta equipe que mais teve escanteio de ataque no Campeonato Brasileiro. Ao todo, foram 128 oportunidades, o que dá uma média de 3.37 por partida dentro da competição de 38 rodadas.

Mas o nível de eficiência esteve muito aquém do ideal. O Timão marcou apenas três gols por consequência de escanteios, e nenhum deles de forma direta:

– Jô aproveitou a segunda bola dentro da área, contra contra Sport (6ª rodada)

– Vitinho pegou uma sobra na entrada da área diante do Flamengo (14ª rodada)

– Róger Guedes se posicionou na segunda trave para aproveitar o primeiro desvio, contra a Chapecoense (29ª rodada)

A Gazeta Esportiva apurou que, para tentar encontrar uma solução, a comissão técnica deve incumbir Willian das cobranças. O camisa 10 foi identificado como o jogador com mais experiência em bolas paradas de todo o elenco, além de demonstrar capacidade de oferecer uma batida mais forte.

Como só atuou em nove jogos, nenhum deles do início ao fim, e ainda teve de se afastar devido a uma lesão, Willian não pôde ajudar muito com os escanteios em 2021.

Durante a temporada passada, Fagner foi o mais utilizado nas cobranças de escanteio. Sylvinho também tentou Róger Guedes e Gabriel Pereira, mas não obteve evolução com nenhum deles. Em meio a competição do ano passado, o treinador falou sobre as dificuldades do time nesse quesito:

“Existem atletas com especificidade grande de batidas. Vou dar um exemplo: o do Juventude, Guilherme Castillo, tem uma batida muito boa. Ele tem uma bola num espaço em que ela é atacada pelos atletas. Nossas batidas são um pouco mais lentas, é um pouco a forma de baterem”.

“Usamos o GP, tentando fazer uma bola saindo ou entrando no sentido do gol, numa variação para a gente surpreender. Mas nosso aproveitamento não tem sido bom. O Gil é o que mais ataca essa bola, estamos buscando isso um pouco com o João Victor, que é rápido e de impulsão. Mas temos de sincronizar a batida. Temos atletas menores, sem grande aproveitamento. É óbvio que incomoda. Temos de buscar outra forma de agredir o adversário e ter um percentual melhor”, disse Sylvinho à época.

Se Willian talvez for a solução da batida, Paulinho deve se tornar o principal homem de ataque à bola. Famoso pelo bom cabeceio, o reforço alvinegro para 2022 é uma esperança a mais dentro do clube.

[ad_2]

LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart