Chuvas afetam cerca de 127 mil produtores rurais de MG, diz Emater


São Paulo, 12 – Cerca de 127 mil produtores rurais de Minas Gerais tiveram algum tipo de prejuízo por causa das chuvas das últimas semanas, diz a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater-MG), em relatório preliminar. Segundo a entidade, 416 dos 853 municípios mineiros foram afetados, ou 48,7% do total. Segundo o estudo, a produção de feijão 1ª safra foi a mais prejudicada, com 42,2% da área a ser colhida.

Para as hortaliças, é estimado um comprometimento de 37% da área. Da mesma forma, a safra verão de milho teve 23,3% das plantações afetadas. As regiões norte, nordeste, leste, central e do cerrado mineiro foram as mais atingidas, afirma a Emater no comunicado.

Segundo a Ceasaminas, até o momento não houve comprometimento significativo na oferta de frutas e hortaliças para o mercado atacadista. Algumas praças da Ceasa no interior do Estado, entretanto, registraram redução de oferta de produtos como beterraba, mandioca, quiabo e mandioquinha-salsa.

Nos bolsões verdes das regiões metropolitanas, onde se concentra a maior produção de folhosas, ainda há possibilidade de redução no abastecimento por causa das condições climáticas, afirma a entidade. Há ainda alguns pontos de interdição em rodovias que podem prejudicar o escoamento de produtos como morango e batata, principalmente nas regiões sul e dos Campo das Vertentes.

Para a pecuária leiteira, a Emater-MG estima perdas de 21,4% da produção, principalmente nas regiões nordeste, leste e central do Estado. O levantamento indica, ainda, queda de 9% na captação de leite por empresas de laticínios por causa da dificuldade de deslocamento em algumas localidades. Segundo a entidade, outras atividades pecuárias devem ser afetadas pelas chuvas, como a piscicultura (28,3%), avicultura caipira (23,7%), pecuária de corte (17,7%) e suinocultura caipira (15%).

De acordo com o diretor técnico da Emater-MG, Gelson Soares Lemes, a entidade oferece apoio técnico aos produtores do semiárido mineiro que têm direito ao Garantia Safra. O benefício faz parte do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e é concedido aos agricultores com renda mensal de até um salário mínimo e meio, com plantio entre 0,6 e 5 hectares, e que tiverem perdas comprovadas por estiagem ou excesso de chuva em lavouras como feijão, milho, arroz, mandioca e algodão.



LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart