‘Apesar do momento ruim, confio no pedestal da torcida contra o Juventude’, diz Ceni


O técnico Rogério Ceni confia no pedestal da torcida do São Paulo para a partida de segunda-feira, no Morumbi, diante do Juventude, pela penúltima rodada do Campeonato Brasiliano, apesar da péssima atuação do time na roteiro, por 3 a 0, diante do Grêmio, nesta quinta-feira, em Porto Satisfeito.

“Eu tenho certeza que o torcedor vai estar lá apoiando porquê sempre. Mesmo depois da vergonha que passamos hoje, ele não vai se alongar, deixar de estar no Morumbi. E passa combustível pra que o time tenha força pra vencer o Juventude e consequentemente se livrar do rebaixamento”, disse o treinador, não considerando a possibilidade de o time entrar livre, caso o Grêmio não vença o Corinthians e o Bahia não derrote o Fluminense, ambos duelos previstos para domingo.

Ceni justificou a presença de Gabriel Sara em uma novidade função na equipe. “O Sara tá avezado a fazer o lado recta, ele vem jogando nessa função na traço de frente. Porquê renque ele teria a mesma liberdade pra hostilizar. O Arboleda faria um pouco mais a cobertura dele. Não queria tirar ele desse galeria. E ele não teve dificuldades no treinamento.”

O técnico também falou da presença de Benítez na armação das jogadas. “Tentei montar um esquema pra botar o Benítez pra jogar, montar um esquema que o beneficiasse, com Sara e Welington, inclusive trocando o Reinaldo. Tentei preparar um sistema voltado pra ele ter conforto no jogo. Infelizmente, nós não produzimos absolutamente zero.”

Ceni não quis falar de possíveis mudanças no elenco para a próxima temporada. “Falar sobre 2022 não acrescenta pra nós. E desde que seja um time mais equilibrado, acho que é provável ser melhor independentemente de nomes.”



LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart