Alta da gasolina e do diesel da Petrobras começa a valer hoje


Começa a valer hoje (12) o aumento dos preços da gasolina e do diesel, anunciados pela Petrobras nesta terça (11). Os aumentos acontecem nas refinarias e não são necessariamente repassados ao consumidor, ou repassados na totalidade. Isso depende dos outros elos da cadeia, como distribuidoras e postos, que são livres para definirem preços.

O valor médio da gasolina vendida para as distribuidoras passa de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro, um reajuste de 4,85%. Já para o diesel, de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro, alta de 8,08%.

“Esses ajustes são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”, justificou a empresa, em comunicado.

Com esse reajuste, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor em relação à gasolina passará de R$ 2,26, em média, para R$ 2,37 a cada litro vendido na bomba – uma variação de R$ 0,11. No caso do diesel, a parcela da estatal no preço ao consumidor passará de R$ 3,01, em média, para R$ 3,25 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,24.

Os preços não sofriam alta há 77 dias. Os últimos aumentos ocorreram em 26 de outubro. Em 15 de dezembro, os preços praticados pela Petrobras para a gasolina foram reduzidos em R$ 0,10 litro e permaneceram estáveis para o diesel.

Combustíveis sobem 49,02% em 2021 e puxam inflação

Ontem, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou os números da inflação de 2021, que fechou o ano em 10,06%, a maior desde 2015 e muito acima da meta do Banco Central. O grupo que mais contribuiu foi o de “Transportes”, que inclui combustíveis, com aumento de 49,02%. A gasolina acumulou alta de 47,49%, e o etanol, de 62,23%.

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro (PL) negou ter responsabilidade sobre o preço dos combustíveis e disse que, se pudesse, ficaria livre da Petrobras.

“Alguém acha que eu sou o malvadão, que foi aumentado o preço da gasolina ontem porque sou o malvadão? Primeiro que não tenho controle sobre isso. Se pudesse, ficaria livre da Petrobras”, disse ele em entrevista ao site Gazeta Brasil transmitida ao vivo nas redes sociais.





LINK ORIGINAL DA MATÉRIA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Classificados D - Site de Anúncios Classificados Grátis
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
Shopping cart